Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LEONISMOS

LEONISMOS

28
Abr15

Estamos a ficar todos mais para o "puta"?


Leonardo Rodrigues

5231c585eb102041561389.jpg

 

A sério, fomos sempre? Estamos a ser induzidos a sê-lo? 

Passa-se um ano, dois, três, o número aumenta, aumenta, aumenta. Apaixona-se, desapaixona-se. Namoramos, já não sei se namoramos, ah sim namoramos, afinal acabou. Gosto, já não gosto.

Ontem fui lembrado disto por um vulto do passado, que ainda não consigo olhar nos olhos.

Tanta coisa que poderia ter sido, mas não é. Mas não é porquê?

Eu tenho um palpite, acho que muitas coisas não são por medo. Ou então, talvez o conceito de relacionamento tenha mudado tanto que já não serve. Acho que se abriu muito, e isto pode entender-se como parecer melhor.

Resta-nos o quê, o sexo sem compromisso? Mas até que ponto é que isto resulta? Vamos utilizar dating apps até que idade? 50 porque ainda somos novos ou 80 porque dava tempo?

A mim parece-me que vez após vez as coisas se processam assim: o jantar está a ser bom, a noite foi ainda melhor, mas fiz novo match no Tinder, deixa ver se amanhã dá para superar. E parar de procurar?

A minha avó não procurou muito, e o que construiu durou uma vida e sei que ambos foram felizes.

Quanto a todo o speed dating do qual tenho vindo a observar e a fazer parte, acho giro falar sobre coisas que se gosta, conhecer muita gente nova e descobrir umas coisas interessantes.

Mas repetir o mesmo, por muito interessante que seja, cansa, soa a decorado. Parece que deixa de haver conteúdo e que os processos automatizam-se em torno de um único objetivo. Uma outra pessoa muito querida falou-me do conceito de sexo altruísta, na altura fez sentido, agora acho que também já não serve.

Uma vez disseram-me que perseguir um objetivo é mais interessante do que atingi-lo. Biologicamente dizem que assim o é e talvez seja por isso que a caça tenha de continuar.

Antes que me acusem de pudismo exacerbado, contra mim escrevi.

Obrigado Tinder, obrigado Grindr. E um beijo aos Morangos com Açúcar que me ensinaram o que era uma curte.

Ah, e sorriam porque hoje é o dia mundial do sorriso e o amor pode estar apenas a um swipe de distância.

 

1 comentário

Comentar post

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Copyrighted.com Registered & Protected 
HMLF-E7YY-MGTC-ZU7E

Lugares

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D